Com 91 investigadores e 44 viaturas, agentes da 4ª Delegacia de Crimes por Meios Eletrônicos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) realizam, na manhã desta sexta-feira (4) a Operação Dom Juan, que visa prender uma quadrilha que enganava mulheres em sites de relacionamento.

Foram 11 mandados de prisão em 16 endereços na capital e Região Metropolitana contra 9 nigerianos e 1 brasileira. A investigação durou cerca de dez meses.

+++ Polícia desarticula quadrilha que roubava pedestres no centro

+++ Polícia Militar de SP tem novo comandante-geral

Os criminosos se passavam por militares norte-americanos, médicos ingleses e empresários europeus. Os acusados criavam perfis em sites de relacionamento e conseguiam vir para o Brasil com a ajuda das próprias vítimas.

Após chegarem ao Brasil, os estelionatários continuavam a se relacionar com as mulheres até que conseguiam dinheiro das vítimas e depois acabavam fugindo.


04/05/2018