O diretor de Operações do Metrô de São Paulo afirmou, em entrevista ao SP1, nesta terça-feira (24), que afalha na Linha 1-Azulé reflexo de ações “estranhas”. Segundo ele, não é possível afirmar se houve sabotagem, mas que foram identificadas “atuações indevidas”.

“Tudo aconteceu em uma faixa de tempo e em todas as estações”, disse.

De acordo com Milton Gioia Júnior, “o sistema de alimentação elétrica estava normal, tanto que as estações estavam iluminadas”.

“Eu estou reunindo todas as informações de computadores, imagens, relatórios para poder chegar a uma conclusão. Hoje, agora, identificamos atuações indevidas no sistema”, completou.


24/04/2018

As informações do SP1, da TV Globo