06/02/2018


O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Manoel Pereira Calças, negou pedido apresentado por João Doria para suspender liminar que impedia o prefeito e a própria Prefeitura de usar a marca ‘SP Cidade Linda’, marca essa que faz referência ao novo modelo de ações de zeladoria urbana adotado pela atual administração municipal.

Calças entendeu que o recurso não atendia os requisitos legais para ser atendido. O recurso deverá ser analisado pelos desembargadores naturais do processo.

No recurso, a Prefeitura cita a importância no uso da marca para divulgação das ações de zeladoria da cidade e ainda citou nomes de programas do governo federal como “Minha Casa, Minha Vida”, “Bolsa Família”, “Fome Zero” e “Brasil, um País de todos”.