20/10/2017

O programa “Semáforo Expresso”, anunciado nesta sexta-feira (20) pela prefeitura de São Paulo, contará com eletricistas em motos que vão chegar primeiro até as ocorrências para solucionar os casos mais simples nos cruzamentos da capital.

Essa nova divisão irá contar com cinco motos da equipe de sinalização e 20 motocicletas da equipe de Operação Estratégica. Eles vão entrar em operação para solucionar também falhas mais simples nos semáforos. Além disso, as equipes da operação estratégica serão acionadas para verificar se realmente existe um problema no semáforo da ocorrência reportada. E, em grandes corredores com falhas semafóricas, elas atuarão nos cruzamentos na orientação do trânsito até a conclusão da manutenção do semáforo.

A estimativa da CET é que, com a utilização das motocicletas, o tempo de espera para a chegada dos agentes nos locais reportados seja reduzido em até 40% a menos que o tempo convencional.

“Existem casos simples, que são solucionados rapidamente com a presença de um funcionário especializado da CET. Desta forma, essa nova estratégia aumenta o nosso tempo de resposta para a solução dos problemas nos semáforos da capital. E, se os casos forem mais complexos, as outras equipes de manutenção, com equipamentos mais pesados, são acionadas”, explica o presidente da CET, João Octaviano Machado Neto.