17/10/2017

Nem só de pombas, ratos, urubus e baratas é composta a fauna do munícipio de São Paulo, que abriga a maior cidade da América do Sul, com 11,5 milhões de habitantes. Em suas praças e parques e matas dos arredores da mancha urbana podem ser vistos animais que muita gente acredita que só são encontrados na Amazônia ou no cerrado – até mesmo onças.

Para ficar apenas entre os mamíferos, há ainda antas, porcos-do-mato, veados-catingueiros, preguiças-de-três-dedos, tamanduás-mirins, muriquis-do-sul (o maior primata da América do Sul), lontras, tatus-peba e cachorros-do-mato. No total, existem 1.113 espécies silvestres registradas no Inventário da Biodiversidade do Município de São Paulo – 2016, da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA).

Foto: SVMA

A descoberta é resultado de um trabalho que começou em 1993, na Divisão de Fauna do Departamento de Parques e Áreas Verdes (Depave) da secretaria. Na linha de frente do trabalho estava – e está até hoje – a bióloga Anelise Magalhães, formada um ano antes e contratada por concurso logo em seguida.

Leia. matéria completa no site da BBC Brasil:
http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41656437

Relacionados